Cáritas América Latina y Caribe | Que fazemos

Que fazemos

A Pastoral Social-Cáritas em nosso continente, a partir do contexto de cada país, é chamada a animar, à luz do Evangelho e da Doutrina Social da Igreja, o processo de transformação da realidade dos povos da América, com o protagonismo dos pobres e excluídos, para construir, em harmonia com a criação, uma sociedade justa, fraterna e solidária, sinal do Reino de Deus.

Queremos um continente solidário, justo, democrático e plural, onde as autoridades públicas sejam representativas, transparentes e participativas, para que todo homem e mulher possam viver de acordo com sua dignidade, ter suas necessidades básicas satisfeitas e usar os recursos da criação de forma sustentável para o bem comum.
E, portanto, queremos uma Igreja que seja testemunha de Jesus no mundo, pobre, profética e pascal, em contínua conversão, onde os leigos sejam protagonistas e que influenciem os processos históricos de transformação para tornar presente o Reino de Deus.

Identidade e espiritualidade

A Cáritas é uma organização da Igreja Católica, portanto, viver nossa identidade e espiritualidade, em comunhão com todas as pastorais da Igreja, é o coração e a força motriz de nosso trabalho. Dessa forma, fortalecemos a dimensão social da evangelização, buscando encarná-la na comunhão regional e na pertinência local.
Para fortalecer a identidade e a espiritualidade, formamos equipes regionais, compostas por pessoas de diferentes países. As equipes são:

  • Identidade, espiritualidade e animação paroquial
  • Equidade de gênero
  • Juventude

Desenvolvimento Humano Integral

Para a Cáritas, desenvolvimento significa construir um mundo onde todos vivam plenamente, coexistindo pacificamente, atendendo às nossas necessidades e vivendo harmoniosamente com nosso planeta. Nosso foco está nas causas fundamentais e nos múltiplos efeitos da pobreza, e em trazer as vozes capacitadas das comunidades para o processo político.
Em um mundo desafiador, a missão geral da Cáritas é promover o desenvolvimento humano integral, para que mulheres e homens das comunidades mais carentes sejam livres para prosperar e viver com dignidade e paz, em um ambiente gerenciado de forma responsável e sustentável, no interesse de toda a família humana.
E, é claro, para que a humanidade se desenvolva como um todo, é necessário e urgente cuidar de nossa casa comum.
As equipes regionais que aprimorarão o desenvolvimento humano integral são:

  • Meio Ambiente, Gestão de Riscos e Emergências (MAGRE)e Mudanças Climáticas.
  • Ecologia integral
  • Meios de subsistência e segurança alimentar
  • Pessoas idosas

Mobilidade

A mobilidade humana é um fenômeno complexo e dinâmico do mundo contemporâneo. A Caritas aborda suas várias dimensões com uma abordagem holística e compassiva, trabalhando para construir um mundo onde todas as pessoas sejam tratadas com dignidade e respeito, independentemente de seu status de migração ou deslocamento.
Em diferentes ocasiões, o Papa Francisco pronunciou quatro verbos que resumem o compromisso da Igreja com os migrantes e refugiados: acolher, proteger, promover e integrar. Trata-se de um compromisso, baseado no Evangelho, de garantir apoio e assistência a todas as pessoas, reconhecendo sua dignidade intrínseca e defendendo a proteção de seus direitos fundamentais.
Esse núcleo é composto pela equipe:

  • Migração, Deslocamento, Vítimas de Tráfico e Refugiados

Construção da paz

A Cáritas acredita firmemente na construção da paz e investe em programas de prevenção e resolução de conflitos, tanto de forma prática quanto espiritual, a fim de salvar vidas e os frutos do desenvolvimento.
A construção da paz não é apenas a ausência de guerra, mas um esforço conjunto - pessoal, comunitário e social - e requer o compromisso de todos. Para cumprir essa missão, também é necessário garantir a democracia, a cidadania e os direitos humanos a todas as pessoas.
Acima de tudo, a Cáritas muda atitudes para evitar que os resquícios do conflito se tornem as chamas da guerra.
Para buscar ações que contribuam para uma cultura de paz no continente latino-americano, esse núcleo é formado pela equipe:

  • Democracia, cidadania, direitos humanos e construção da paz

Nossa contribuição para os ODS

A contribuição da Cáritas para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) na América Latina e no Caribe consiste em conhecer como as ações territoriais das Pastorais Sociais da Cáritas Nacional, refletidas na implementação de programas e projetos, estão inter-relacionadas com os 17 ODS e suas metas, identificando quais ferramentas foram utilizadas principalmente para avançar na implementação da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

A partir daí, nossa pergunta norteadora é: Qual é a contribuição dos Ministérios Sociais da Cáritas Nacional para os ODS na América Latina e no Caribe? Para isso, foi elaborada uma metodologia que nos permitiu reconhecer que a Cáritas poderia contribuir potencialmente para 75,7% dos objetivos propostos pelas Nações Unidas.

O que são os ODS?

São metas globais adotadas pelas Nações Unidas em 2015 para acabar com a pobreza, cuidar da casa comum e garantir, em um prazo (proposto para 2030), que toda a família humana viva em paz, equidade e solidariedade.

Foram definidos 17 ODS integrados em 3 dimensões: 1) Econômica, 2) Social e 3) Dimensão com a lógica principal de "não deixar ninguém para trás", o que implica pobreza zero, fome zero, discriminação zero, etc.

Nossa contribuição para os ODS

As Pastorais Sociais - Cáritas contribuem para 88,2% dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (15 dos 17 ODS) e 48,5% dos objetivos definidos pelas Nações Unidas (82 dos 169 objetivos).

As Pastorais Sociais - Cáritas contribuem principalmente por meio da implementação de programas e projetos para:

  • Promover parcerias para atingir as metas (ODS 17)
  • Acabar com a pobreza (ODS 1)
  • Reduzir as desigualdades (ODS 10)
  • Promover a saúde e o bem-estar (ODS 3)
  • Alcançar a fome zero (ODS 2)

Os principais resultados da "Contribuição da Caritas para os ODSs" podem ser consultados de forma dinâmica e interativa no link fornecido nesta seção. Ele o levará ao Tableau Public para que você possa navegar por país, área, programa ou projeto e ODS. Portanto, as principais perguntas que respondemos ali são: Como os países analisados no primeiro grupo contribuem para os ODS? Quais foram os principais ODS e metas? Para quais ODS e metas cada país ou cada programa contribui?

Relatório interativo

© 2023 Cáritas América Latina y El Caribe