SELACC realiza oficina sobre relações de gênero

Com uma dinâmica sobre as características de homens e mulheres, a equipe de trabalho “Igualdade entre Homens e Mulheres”, iniciou a oficina sobre relações de gênero, no encontro do Secretariado Latino-americano e Caribenho de Cáritas (SELACC), reunido no Rio de Janeiro (RJ). O objetivo da atividade foi debater o tema como as Cáritas da América Latina e Caribe, além de apresentar o plano de trabalho da equipe, para os próximos anos.

Loiva de Oliveira (RS) e Maria Cristina dos Anjos (SecNac) representam a Cáritas Brasileira na equipe. Segundo Loiva, a sociedade vem, no decorrer da história, montando a imagem e classificando o homem e a mulher. “Queremos refletir sobre isso, sobre por que homens e mulheres são tão diferentes em relação aos direitos e deveres. Somos diferentes e temos características diferentes, mas as características não devem nos transformar em desiguais”.

Depois do debate, Cláudia Herrera, da Cáritas Colombiana, apresentou o plano de trabalho da equipe para os próximos anos. A proposta traz alguns objetivos como: promover a apropriação do conceito de igualdade entre homens e mulheres; promover a integração da temática de gênero nos eixos pastorais; promover iniciativas e articulações com a Rede Cáritas e outras organizações sociais, bem como consolidar e fortalecer a Comissão de Regional de Gênero.

Para Cristina, o desafio agora é pensar o trabalho de gênero com transversalidade, para que no futuro, essa questão não seja enigmática e sim de naturalidade dentro das organizações. “O tema da transversalidade passa pela estrutura do plano de trabalho. E, dentro da Rede Cáritas estamos dando passos neste sentido, mas precisamos avançar muito ainda”, ressaltou.

A reunião da equipe de Coordenação Regional de Cáritas e Pastoral Social do SELLAC 2012 termina nesta sexta-feira, dia 15.

por Bruna Garbin, assessora de Comunicação da Cáritas Rio Grande do Sul

Veja também outras matérias relacionadas:

Cáritas discute relações de gênero do Semi-Árido

“Necessitamos resignificar a perspectiva de gênero”, afirma presidente do Selacc

Coordenação regional do SELACC se reúne no Rio de Janeiro

Migração e seus impactos é tema do II Foro de Gênero da Pastoral Social Cáritas

Região Sudeste realiza oficina sobre Fundos Solidários

{fcomment}

Comments

Leave a Reply

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>